resenha

Óleo de rícino Para os cabelos e outras formas de usar na beleza

O óleo de rícino é extraído da mamona, semente da planta Ricinus communis.

É um dos meus preferidos para fazer umectação capilar, técnica em que utilizamos óleos 100% vegetais para nutrir os fios.  E tenho começado a usar com mais frequência nas sobrancelhas, pois as minhas são ralinhas, para ajudar a “encorpar” os fios e estimular o crescimento.

Propriedades:

Rico em ácidos graxos, minerais e vitamina E, é um excelente aliado da beleza.

Óleo de Rícino para crescimento e fortalecimento das sobrancelhas

O óleo de rícino ativa a circulação sanguínea, e quando aplicado com massagens suaves, ajuda a irrigar o local, estimulando o crescimento dos fios.

Além disso, o óleo de rícino “encorpa” os fios, pois fortalece a fibra, devido ao seu alto poder nutritivo.

Como usar óleo de rícino nas sobrancelhas:

Aplicar com os dedos, fazendo uma massagem suave, para não arrancar os pelinhos.

Deixar por pelo menos 2 horas para que os fios absorvam os nutrientes do óleo. Esse procedimento também pode ser feito a noite, antes de dormir e o óleo pode ser removido pela manhã.

Óleo de rícino no couro cabeludo

Por possuir propriedades antifúngicas e antibacterianas ajuda a evitar infecções e inflamações que prejudicam a saúde do couro cabeludo e crescimento dos fios.

Para ativar a circulação sanguínea do couro cabeludo e estimular o crescimento, é só colocar o óleo nas pontas dos dedos e ir massageando suavemente. Deixe agir por no mínimo 2 horas e depois lave normalmente com shampoo. Esse procedimento também pode ser feito durante a noite, como nas sobrancelhas.

Como usar óleo de rícino nos cabelos

O óleo de rícino é tão nutritivo e possui tantos benefícios que não podemos restringir o uso somente ao couro cabeludo. Utilizando na extensão dos fios, ele sela as cutículas, mantendo a hidratação dos cabelos e deixando os cabelos com brilho.

Na umectação:

O óleo de rícino é bastante espesso, o que dificulta aplicar no comprimento dos cabelos. Para facilitar esse processo, é necessário misturar o óleo de rícino com um outro óleo carreador, que terá a função de ajudar a transportar o óleo de rícino e seus benefícios para o fio.

Alguns exemplos de óleos carreadores: Azeite de oliva, óleo de amêndoas, óleo de abacate e óleo de coco (que eu amo de paixão!). Tem post sobre o óleo de coco AQUI

A proporção é 1 colher de cada óleo, mas pode colocar um pouco mais de um ou de outro. Misturar quantidade necessária para o comprimento dos cabelos.

Umectar os cabelos com essa mistura, deixar agir por pelo menos 2 horas ou fazer umectação noturna e para retirar eu sugiro fazer o método UCPE. Leia o post AQUI

Se não quiser fazer o UCPE, uma dica é molhar os cabelos com água morna, retirar o excesso com a toalha e aplicar um creme nos cabelos fazendo movimentos de enluvamento, como se estivesse lavando os cabelos com creme. Enxaguar e só depois usar shampoo, isso vai fazer com que você utilize menos shampoo para que não resseque os fios. Falei mais sobre isso AQUI. Depois deve-se usar novamente o condicionador para fechar as cutículas dos cabelos.

Para potencializar máscaras de tratamento:

O óleo de rícino pode ser utilizado para potencializar as máscaras capilares.

Misturar 1 colher de chá na sua máscara de tratamento, deixando agir o tempo recomendado pelo fabricante. Por isso é bom usar aquelas máscaras que tem tempo de ação maior, quanto mais tempo o óleo estiver nos cabelos, melhor!

Óleo de rícino na pele

Os ácidos graxos presentes no óleo de rícino têm função de reter água, mantendo a hidratação.

É antibacteriano e pouco comedogênico.

Pode ser utilizado para potencializar cremes corporais, para combater o ressecamento da pele. É ótimo aplicar nos pés, cotovelos e joelhos, áreas que costumam ser mais ressecadas.

Óleo de rícino nas unhas e cutículas

Como todo óleo vegetal, o óleo de rícino pode beneficiar as unhas e cutículas devido as suas propriedades e poder nutritivo. Aplicar e massagear com ou sem esmalte, simples assim!

Onde encontrar: O óleo de rícino pode ser encontrado em lojas de produtos naturais, farmácias e atualmente, por ter se tornado tão popular para cuidados com a beleza, também é vendido em perfumarias e lojas de cosméticos.

Os vendidos em farmácias, que é onde costumo comprar o meu, só consta óleo de rícino na composição. Esses são vendidos como laxante, mas é o mesmo óleo de rícino que falei aqui.

Já os vendidos em lojas de cosméticos, geralmente possuem também conservantes e/ou fragrância na composição.

O importante é que não tenha parafina, óleo mineral e petrolatos, porque esses ingredientes não tem nenhum nutriente para os fios.

Os preços variam de R$8 a R$12, mas isso depende de cada região.

Me contem se usam e gostam do óleo de rícino!

Beijo


Te convido a conhecer e curtir a página do blog no Facebook: https://www.facebook.com/bemmequeroblog e no Instagram: @bemmequeroblog https://www.instagram.com/bemmequeroblog e fique sabendo sempre que tiver resenhas e posts novos!

Comente com o Facebook


Deixe o seu comentário!