cabelos

Umectação capilar: guia rápido

umectação-o-que-é-como-fazer

 

Eu sou adepta da umectação nos cabelos! Desde que comecei a utilizar óleos vegetais nos fios consegui resultados que muitas máscaras não são capazes de proporcionar.

Os óleos que eu mais gosto de utilizar são o óleo de coco, seguido pelo óleo de rícino, que são os mais acessíveis para mim. Muitas adeptas da umectação também utilizam o azeite extra-virgem, porém o MEU cabelo não respondeu bem ao uso desse óleo, é preciso testar mesmo, cada cabelo reage de uma forma.

Nesse post quero apenas dar uma introdução sobre o assunto, para depois falar dos benefícios de cada óleo que eu uso separadamente.

O que é umectação?

Trata-se de uma técnica que consiste em aplicar óleos 100%vegetais nos cabelos. Esse procedimento faz parte da Nutrição no Cronograma Capilar.

Que óleos utilizar?

O óleo precisa ser 100% vegetal e extra-virgem. Você pode extrair o óleo naturalmente do coco, por exemplo, ou das oleaginosas como, amêndoas, macadâmias, entre outras. Eu não tenho acesso a isso, infelizmente, então compro os óleos em casa de produtos naturais, supermercados ou farmácias (no caso do óleo de rícino).

Ao comprar o óleo em casas de produtos naturais e supermercados é necessário se atentar se consta a informação que o óleo é puro e extra-virgem. Isso porque os óleos extra-virgem e sem adição de elementos químicos, conservam melhor suas propriedades.

ÓLEOS

Para que serve?

Os óleos possuem vitaminas e ácidos graxos benéficos aos fios, sua aplicação direta nos cabelos proporciona a reposição de nutrientes essenciais e são capazes de tratar problemas capilares como porosidade, ressecamento, diminuição do frizz e até ajuda com problemas sérios como caspa e seborreia, quando aplicado direto no couro cabeludo e utilizando óleos específicos.

Como fazer?

Basta aplicar o óleo escolhido direto nos fios. O cabelo pode estar sujo e seco, ou pode lavar, secar, deixando levemente úmido e fazer a aplicação mecha a mecha.

Eu já fiz das duas formas, e os resultados foram semelhantes. Então recomendo que não se tenha o trabalho de lavar, pois não muda muita coisa. Os cabelos estando secos, mesmo sujos, vai absorver a quantidade que for possível, da mesma forma que se ele estiver limpo.

 

oleos

Como eu faço:

Divido o cabelo seco em quatro partes, fazendo uma cruz,  e aplico desde a raíz para as pontas, massageando o couro cabeludo para ajudar a ativar a circulação. Reaplico o quanto for necessário nas partes mais ressecadas.

Eu tenho cabelos mistos (raíz oleosa e comprimento seco) e posso afirmar que não há problema algum em aplicar na raíz mesmo sendo oleosa, pois o cabelo será lavado e os resíduos eliminados.

Geralmente aplico o óleo e durmo com ele nos cabelos e lavo no dia seguinte. Se não for possível fazer isso, pode ser aplicado durante o dia e deixe agira por no mínimo 1h antes de lavar, quanto mais tempo melhor.

Para lavar é só proceder como de costume, shampoo e condicionador/máscara.

Resultados: Os cabelos ficam alinhados, sem frizz, com brilho e trata o ressecamento.

Em breve falarei dos óleos que mais utilizo e seus benefícios.

Bete

 

Comente com o Facebook


5 comentários

  1. Pingback: Resenha: Condicionador CoWash Yamasterol - Yamá - Bem-me-Quero

  2. Nossa Bete, nunca dei uma atenção à umectação, mas depois que fiz um pouco de luzes meu cabelo ficou tão seco que vou tentar essa técnica para tentar recuperar um pouco. O post ficou super claro e eu finalmente entendi o que é a tal da umectação rs

    Beijo

Deixe o seu comentário!